Prótese de Silicone

Prótese de Silicone

Guia definitivo sobre mamoplastia de aumento e prótese de silicone!

A mamoplastia de aumento é uma cirurgia plástica que tem como objetivo acrescentar volume aos seios. A grande maioria das cirurgias realizadas com este objetivo, usa próteses de silicone como método de aumento nas mamas.

No Brasil, segundo pesquisas realizadas pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), em 2018, foram realizadas mais de 275 mil cirurgias de aumento de seios no Brasil, mais de 700 por dia.

Sendo assim, esta é a cirurgia plástica mais popular no Brasil há alguns anos. Embora seja um procedimento muito realizado no país, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre esta cirurgia e o uso de prótese de silicone.

Indicações e formatos de prótese de silicone:

A mamoplastia de aumento é indicada para mulheres que:

– Desejam aumentar o tamanho dos seios por falta de proporção ou apenas por desejo pessoal;

– Mulheres que têm seios flácidos ou caídos naturalmente ou por amamentação e emagrecimento;

– Ou mulheres que tenham assimetria mamária etc;

– Em relação às próteses de silicone cada mulher tem um tipo de corpo, expectativas, desejos e receios em relação a cirurgia de aumento das mamas. Portanto, existe um tipo de prótese indicada para cada caso;

Prótese redonda: conhecida por preencher totalmente o espaço dos seios, a prótese redonda ou perfil alto, também acentua o volume do colo. Este tipo é o mais usado nas mamoplastias de aumento por atender aos desejos das pacientes e causar um bom preenchimento dos seios;

Prótese em gota: Também chamada de prótese anatômica, a prótese de silicone em formato de gota é indicada para pacientes que querem uma aparência mais natural após a cirurgia. O efeito natural é alcançado graças ao formato mais parecido com a mama, por isso é comumente indicada para mamoplastia reconstrutiva;

Prótese cônica: a principal característica desta prótese de silicone é que ela é mais pontuda e tem maior concentração de silicone em seu núcleo. Por conta de seu formato, os mamilos ficam mais acentuados, o que deixa os seios mais projetados para frente. Pacientes mais magras ou com tórax estreito, recebem mais indicações para este tipo de prótese.

O tamanho e o formato das próteses de silicone é decidido, como dito anteriormente, com base nas expectativas, dúvidas e desejos da paciente. Entretanto, fatores como peso, altura, circunferência de ombros e proporção em relação ao quadril, são pontos relevantes para a tomada de decisão na relação tipo/tamanho da prótese.

Outra dúvida muito frequente é em relação a validade das próteses de silicone. O material utilizado na produção dos implantes é totalmente seguro e indicado para uso neste tipo de procedimento. Embora não existam estudos que comprovem que este material tem prazo de validade, muitos médicos indicam a troca a cada 10 ou 12 anos.

O que é de conhecimento de toda a comunidade médica é que em casos específicos, é recomendada a troca das próteses. Quando a paciente começa a apresentar dor frequente nos seios, o que pode ser derivado de ruptura da prótese mamária, o que é algo raro, mas pode ocorrer.

A movimentação ou mal posicionamento das próteses de silicone também são motivos para a realização de uma nova cirurgia. Bem como, a rejeição das próteses pelo organismo. Vale lembrar que, ao menor sinal de dor e desconforto você deve procurar seu médico.

A recuperação ou o pós-cirúrgico também é tema de questionamentos e receios. Muitas mulheres se privam de realizar a mamoplastia de aumento com medo de como será a recuperação ou de quanto tempo precisará ficar afastada do trabalho e da rotina.

Mas com o método de recuperação em 24 horas, estas questões podem ser facilmente sanadas. O método de recuperação em 24 horas existe desde 2002, quando o médico norte americano John Tebbetts o desenvolveu e desde então a técnica vem sendo aperfeiçoada por médicos e especialistas de todo o mundo, inclusive do Brasil.

A técnica consiste em colocar a prótese de silicone parcialmente por baixo do músculo, o que faz com que ela não se mova quando a paciente, a medido do cirurgião, levantar e mover os braços após acordar da anestesia.

A anestesia é outro ponto especial neste método, esta não deixa as pacientes com sensação de ressaca e mal-estar ao acordarem. Sendo assim, ao despertar elas são incentivadas a elevar os braços, o que promove uma drenagem espontânea e alivia a pressão e as dores pós-cirúrgicas.

Após isto, a paciente recebe alta e é liberada para voltar à rotina, no dia seguinte pode trabalhar, levantar alguns quilos de peso e dirigir carros automáticos. Em duas semanas pode praticar exercícios aeróbicos e em seis semanas outros exercícios físicos.

Outros tantos cuidados são ministrados durante a cirurgia, por isso é possível que a paciente se recupere tão rápido. Este método visa devolver a autonomia e liberdade o mais rápido possível.

No Brasil, um dos cirurgiões especializados neste tipo de cirurgia, é o Dr. Vinícius Russi. Para saber mais sobre a Prótese de Silicone agende uma consulta ou ligue para o WhatsApp: 51 99354-9880.

× Como posso te ajudar?